‘Sacaneie seu amigo’: Procon recolhe ovos de Páscoa que incita bullying

José Cavazoni 2 de abril de 2014 3


O Procon-RJ instaurou, nesta quarta-feira (2), um processo administrativo contra a Mondelez Brasil, fabricante dos ovos de Páscoa, suspendendo a comercialização e determinando a apreensão dos produtos que já estejam à venda. Por conta disso, os fiscais realizam a “Operação Pernalonga” para retirar das prateleiras o ovo Bis Xtra + Chocolate, da Láctea.

Segundo a Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon), a campanha publicitária do produto e a mensagem transmitida em sua embalagem estão em desacordo com o artigo 37, parágrafo 2°, do Código de Defesa do Consumidor (CDC), pois ela incentiva a discriminação entre crianças e adolescentes.

A embalagem do produto contém a frase ‘personalize a embalagem com adesivos e sacaneie seu amigo’. Alguns adesivos trazem as palavras ‘morto de fome’, ‘nerd’ e ‘nervosinho’.

Para o Procon, “em épocas onde as questões relativas ao bullying estão sendo discutidas é inadmissível que um produto direcionado a crianças e adolescentes incite qualquer tipo de violência (como no caso, a verbal) entre eles”.

O processo administrativo foi aberto a partir de notícia veiculada em jornais e protestos nas redes sociais. De acordo com o Procon, os gerentes dos estabelecimentos que forem visitados pelos físicas serão responsáveis por informar a todas as filiais da rede em que trabalham sobre a suspensão da venda do produto.

Bis_Xtra_da_Lacta


Fonte – mancheteonline

Compartilhem

Comentários

comentarios

3 Comments »

  1. Rodrigo Rodrigues 3 de abril de 2014 at 15:18 - Reply

    Tanta coisa bem mais interessante pra ser discutida,e vão se incomodar com chocolates? por isso que não vai pra frente mesmo…

  2. LUCIANO 3 de abril de 2014 at 17:17 - Reply

    Sacanagem é o preço que se cobra por esses ovos, isso sim!

  3. Carlos Schneider 3 de abril de 2014 at 20:43 - Reply

    O brasileiro a cada dia que passa tá mais sensível e chato. Tudo hoje vira chorume, tipico de gente fraca, insegura que não confia no taco. A era do coitadismo.

Deixe seu comentário »